segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

"Escultura" ao Império do Ferro

Nos dias que correm, na cidade do Porto, tirar uma simples fotografia, a algo que saia dos habituais monumentos fotografáveis, pode originar reacções inesperadas nos "turistinhas de imitação" (passe o pejorativo da expressão, que nós gostamos muito de ver a cidade a pulsar turismo). A nossa intenção era só a de recolher uma imagem do azulejo da Oliva, em forma de cartaz publicitário, localizado ao lado da estação de S. Bento, mas reparámos que deixámos de ser os únicos a fazê-lo. Um casal, originário do Brasil, colocou-se atrás de nós, a tirar fotografias e não demorou muito a perguntar-nos a razão de estarmos a tirar fotografias àquele conjunto de azulejos. Sem contar, ali estivemos a passar um pouco do que sabemos acerca da Oliva e do que esta representou para Portugal, a dada altura da nossa história. O pioneirismo e a inovação são marcas que temos em consideração para com esta extinta fábrica, mas não pudemos deixar de contar aos nossos visitantes brasileiros os feitos ao nível da comunicação. 


                                           


Só este cartaz, em azulejo, colorido e com um design gráfico que dava pano para mangas - mesmo a propósito -  é bem elucidativo da razão do nosso fascínio, mas fizemos questão de os incentivar a fazerem alguma pesquisa posterior, pois o património, deixado por todo o país, é imenso. Este é o nosso pequeno contributo para a preservação da memória, até por recearmos que o fim deste azulejo possa estar próximo. O mau estado é evidente e o facto daquela área da cidade ser muito apetecível para o sector imobiliário não augura nada de bom, mas vamos acreditar que a sensibilidade crescente para o património prevaleça e este trabalho possa encaixar em algum projecto futuro e assim continuar a embelezar a cidade e a fazer pose para a fotografia. 



Vista lateral da Estação de S. Bento


Monsieur d'Almeida no Facebook. Hoje em dia, parece ser uma tendência acompanhar os blogues através de outras plataformas. No caso referido, basta clicar no artigo partilhado e será remetido para a blogosfera.

Sem comentários:

Enviar um comentário