segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Gentlemen, stop your engines

A fotografia partilhada pela manhã, com as marcas de uns pneus no asfalto, é de nossa autoria e foi tirada numa área habitacional onde têm ocorrido relatos de que andam a praticar City Car Drift no real. Portanto, alguém, com uma perícia de assinalar, diga-se, começou a semana, literalmente, a queimar pneu, mas também a colocar em perigo a sua vida e a dos outros. Umas marcas assim não se conseguem sem que se leve ao extremo o carro, o qual tem de ser bastante potente. Escreve um leigo na matéria que um dia se atreveu a entrar no automóvel de um piloto profissional. Nunca mais! Admitimos que não seja fácil conter a cavalagem, a do condutor habilidoso e a do potente carro, mas, nos dias que correm e com a informação existente é um dever cívico a contenção ao volante. Esta não existindo, impõe-se a velha questão, será que disponibilizando locais próprios para este tipo de exibicionistas conseguir-se-á alterar comportamentos? Locais bem próprios para corridas seriam os circuitos representados nas chapas da Casa do Pessoal Cidla que anexámos à fotografia da celeuma. Esposende e Guimarães são as cidades gravadas no metal e assistiram às memoráveis corridas do início dos anos 70, onde tudo era fascinante, mas, nós que não ligamos tanto à velocidade, realçamos o design dos carros. As duas peças, com certeza, despertarão a atenção dos coleccionadores e aficionados, por isso contamos com a vossa ajuda para sabermos mais acerca destes encontros automobilísticos.




Vale a pena assistir: Anúncio Gazcidla "Santos Populares"

Sem comentários:

Enviar um comentário