quinta-feira, 16 de março de 2017

Made in Japan

O paradigma da restauração asiática em Portugal tem vindo a mudar, se há uns anos eram moda os restaurantes chineses; agora o que está a dar são os japoneses, ou será que deveríamos escrever os restaurantes de comida japonesa servida por chineses?! Trocadilhos à parte, é engraçado podermos estabelecer um paralelismo entre este sector e o das porcelanas. Algumas casas portuguesas, em especial as que foram decoradas durante os anos oitenta e noventa, estão pejadas de peças com motivos asiáticos, por isso é fácil fazer-se um pequeno exercício de observação. Por norma, no fundo das peças é possível aceder à sua origem e facilmente se percebe o oscilar de carimbos, ora é Made in China; ora Made in Japan. É conhecida a tradição chinesa na arte de bem fazer porcelanas e de conseguir recriar em objectos o fascinante mundo oriental, mas também é apanágio da China a rápida massificação daquilo que se vende bem. Hoje em dia, o que se pode encontrar no mercado de porcelanas chinesas são imitações de peças antigas e mesmo o comum dos consumidores - aquele que não pode aceder às originais peças antigas e de colecção - começou a perceber a sua vulgaridade. A cerâmica japonesa tem muito mais para oferecer do que os seus afamados serviços de chá, bem presentes no enxoval dos portugueses. Mesmo tratando-se também de imitações as peças japonesas conseguem diferenciar-se das chinesas pelos motivos apelativos e pelo requinte que apresentam, na sua grande maioria. Os chineses são atentos às movimentações do mercado, por isso deixamos à imaginação de quem faz o favor de nos acompanhar o que deverá acontecer também neste sector...


Sem comentários:

Enviar um comentário