quarta-feira, 5 de abril de 2017

Campismo e os seus aliados

O campismo tradicional tem vindo a ter cada vez mais concorrência e esta vem, naturalmente, da abertura constante de novos espaços destinados à hotelaria, nas suas diversas formas de existência e à consequente baixa de preços. Actualmente, o campismo tradicional tem uma frequência maioritária pelos verdadeiros amantes do conceito e, mesmo sem os sondar, assumimos o risco de afirmar que essas pessoas estarão encantadas da vida com este novo paradigma. O problema poderá estar no galopante encerramento de parques de campismo, como é o caso do fecho efectivo do Parque de Campismo da Prelada, no Porto e o hipotético fecho do Parque de Campismo da Figueira da Foz, afecto à câmara municipal local. A procura de um lugar acessível, monetariamente, para ficar durante as férias nem sempre teve um campo de acção tão abrangente, por isso, antigamente e em especial por parte dos mais jovens os parques de campismo eram espaços preferenciais e havia marcas que, pelos produtos e serviços que ofereciam, eram autênticos aliados dos campistas de ocasião. Fizemos um apanhado destes intervenientes nas férias económicas de outros tempos, na esperança de que a nostalgia tome conta de todos os quantos tiveram esta experiência nas suas vidas.


Sem comentários:

Enviar um comentário