segunda-feira, 22 de maio de 2017

Peças de Museu

A Praia das Maçãs dista apenas "um trilho de eléctrico" do sopé da Serra de Sintra, por isso, à maresia, tem o privilégio de poder acrescentar o ambiente encantado que se vive por toda aquela região. Quem ouve falar desta praia imagina-a cheia de maçãs, espalhadas pelo areal, trazidas pela espuma das ondas do mar e a verdade é que é isso mesmo a versar na lenda. Não se pense, por estas palavras, que o mar ali é sereno, pelo contrário, é bem agitado, mas isso nunca foi visto como um entrave para o desenvolvimento de uma estância balnear. A história mais recente da região, ao longo do século XX, está pejada de acontecimentos reveladores da sua importância no panorama turístico nacional. A implementação da linha férrea, referente ao famoso eléctrico a ligar Sintra à zona costeira, a construção do Hotel Royal Belle Vue, muito inovador para a época e executado com financiamento de capitais estrangeiros, o rebuliço nos restaurantes, bares e discotecas, furor dos tempos mais recentes, são alguns dos marcos a assinalar. O Barmácia está incluído no lote de espaços que fizeram brilhar a Praia das Maçãs durante os anos 90, mas, com o passar dos anos e bastante à imagem do que aconteceu a toda a região, foi ficando ultrapassado e pouco atractivo. A boa gastronomia local estará sempre relacionada com os locais turísticos de referência e a Praia das Maçãs é conhecida pelos seus suculentos mexilhões, por exemplo, mas foi preciso ser o Chef Ljubomir Stanisic, através do seu programa Pesadelos na Cozinha, a dar um abanão ao responsável do Barmácia para que este se tornasse num real embaixador gastronómico local. O referido programa da TVI tem sido um enorme sucesso de audiências e tem trazido à baila questões que andavam um pouco adormecidas, como a segurança alimentar: a ver se a ASAE não voltou a ser notícia num ápice... As intervenções de Ljubomir Stanisic, nos espaços que a ele recorrem para incrementar vendas, podem incluir renovações na arquitectura de interiores e foi o que aconteceu no bar restaurante de João Pires. O que nos levou a fazer esta incursão pela Praia das Maçãs e pelo Barmácia foi o suspiro dado pelo dono quando viu o resultado da intervenção feita pela equipa de Ljubomir: "tiraram as minhas peças de museu, tantos anos a coleccioná-las..." :)


Postal com o eléctrico e a serra de Sintra em fundo

Como nós o compreendemos, mas, mesmo partilhando o suspiro pelas relíquias, temos de reconhecer quando as mudanças são para melhor e foi o caso, onde até tiveram o cuidado de pintar as paredes com cores utilizadas antigamente nas farmácias. Parece ser uma tendência conjugar peças de decoração contemporâneas com apontamentos "peças de museu", como disse o Sr. João, como tal, ainda haverá espaço para uma ou outra relíquia, mas, atenção, os coleccionadores têm alguma dificuldade em estabelecer limites para o razoável, por isso o melhor é ir passando pelo Barmácia e "monitorizar" a situação. Do que foi possível perceber, através do episódio televisivo, parece existir simpatia e abertura suficientes para um agradável programa no gastrobar, por isso, agora que o tempo está mais convidativo, fica a nossa sugestão para com um amigo das colecções e uma bela região a necessitar de voltar aos tempos áureos.


Antigo anúncio, à Costa de Lisboa, presente na revista Nova Gente



Porta Chaves da quase centenária Galucho

Sem comentários:

Enviar um comentário